Convite surpresa

O convite surgiu quase em cima do acontecimento e não deixou de causar alguma surpresa: “vamos a Casegas assinalar os 94 anos de ordenação e 1ª Missa  do Padre Joaquim Alves Brás”.

O convite foi lançado às Cooperadoras da Família do centro de Castelo Branco, mas logo se estendeu à Guarda, Covilhã e claro Casegas.

Era o dia 21 de julho de 2019, um domingo de temperaturas muito elevadas.

Ir à fonte é sempre refrescante e revigorante e num dia de canícula ainda reforça mais este sentimento. Oportunidades destas fortalecem os laços que nos unem em ideal e missão. 

Foi um acontecimento simples, descontraído entre um almoço em família, possibilidade de saborear frescos momentos à sombra das árvores e da água da ribeira; percorrer os mesmos caminhos tantas vezes pisados pelo Padre Brás; “contactar” quase fisicamente com a sua pessoa na Casa Museu; rezar com a comunidade na Igreja paroquial …

          

O sol parecia querer associar-se ao evento e relembrar um anseio do Padre Brás: “gostava de acrescentar mais um “a” ao meu nome, em vez de Brás queria ser brasa e vós, brasas bem acesas, ireis pelo mundo a incendiar todos no fogo do amor divino”.

O desafio é para nós hoje, mesmo experimentando a dureza dos incêndios nesta região.

Precisamos deixar-nos incendiar pelo fogo do Amor que ardia e queimava o coração do Padre Brás para sermos nos locais de missão presença viva, fresca e revigorante, para tantos exaustos no caminho.

Obrigada à Maria de Fátima Castanheira Baptista pelo convite/surpresa. Monsenhor Brás interceda por cada uma de nós para em tudo e sempre realizarmos a vontade do Pai e o Seu Projeto e assim, o carisma do ISCF continue a frutificar na santificação da Família para glória da Santíssima Trindade.

Deolinda Araújo – Cooperadora da Família