Crianças do "Botãozinho" assinalam Dia de Monsenhor Alves Brás

As Crianças da Creche e Jardim-de-infância “O Botãozinho”, em Carcavelos, celebraram com muita alegria e festa o seu Fundador, Monsenhor Joaquim Alves Brás a 13 de março, juntamente com toda a Equipa Educativa e as Cooperadoras da Família.

A festa teve início logo pela manhã no salão multiusos com o caloroso acolhimento da Coordenadora do Centro, D. Maria dos Prazeres Rodrigues. De seguida as crianças interpretaram as várias canções de homenagem ao Fundador, com letra e música do Dr. António Pereira.

Há muitos anos em terras frias, lá por Casegas juntinho à Serra, nasceu o menino Joaquim, seu pai Joaquim sua mãe Conceição deram ao mundo esta lição: Muito trabalho, muita oração, fortes na união”;

 “Joaquim vai para a escola, vai cantando no caminho quero ser um bom rapaz, leva os livros na sacola e a merenda no cestinho quero ser um bom rapaz…” acompanhadas de gestos sentidos, vozes afinadas e um quinteto de cordas e precursão.

Seguiu-se a apresentação da história projetada: “O Menino que queria ser Padre” onde relembraram alguns dos momentos mais importantes da vida e da obra do nosso querido Padre Brás.

Num momento mais solene, foi declamado pela Educadora Isabel Sobral Pereira o poema: “O sonho de Monsenhor Alves Brás”:
Com os pés firmes na terra
O Monsenhor Alves Brás
Pensou dar vida a um sonho, sabendo que era capaz.
Sem medo dos desafios
O dia-a-dia venceu
Fizeram dele homem forte e a Obra apareceu
Pediu muito trabalho
Ter Deus no coração.
E nunca perder a Esperança
A Fé e a Oração
A família como graça
E pilar da sociedade
Foi um valor que abraçou com amor e com verdade
Deixou obra grandiosa
Nunca perdendo o sentido
Na defesa dos mais pobres - ensinava e dava abrigo”, homenageando com sentida salva de palmas as Cooperadoras da Família desta escola pelo excelente trabalho desenvolvido nesta instituição com as famílias.

Para finalizar a festa, 13 crianças, uma de cada sala, representando os amiguinhos da respetiva sala, ofereceram, em jeito de agradecimento ao Padre Brás, uma flor, enquanto se cantava com muita alegria e entusiasmo:

“Cantemos com Alegria/ Obrigada ao Padre Brás!/ Obrigado pelo Botãozinho/ pelo bem aqui se faz!”

Texto: Sílvia e Elisa