Rumar a Casegas e evocar o Fundador

O inesperado Passamento de Mons. Joaquim Alves Brás deste mundo para a Eternidade, no Domingo 13 de Março de 1966 deixou marca profunda na Família Blasiana. Desde então, o Instituto Secular das Cooperadoras da Família, a Obra de Santa Zita e o Movimento por um Lar Cristão consideram o dia 13 de Março como o Dia da Fundador, Com os passar dos anos a presença espiritual do Fundador, Venerável Padre Joaquim Alves Brás, e consequentemente a marca por ele deixada, nas instituições que perpetuam no tempo e no espaço o seu carisma, longe de se esbater vai-se tornando cada vez mais viva e acutilante. Ao prepararmo-nos para celebrar os 48 anos desta efeméride, mais do que uma simples evocação festiva, sentimos a graça, alegria e a responsabilidade de nos empenharmos com mais afinco na realização da missão que por ele nos foi confiada, o bem da família e a santificação dos sacerdotes.

As Cooperadoras da Família da Penha de França, em Lisboa, com um grupo da Paróquia, a fim de darem maior ênfase à celebração do “Dia do Fundador” rumam, a 15 do próximo mês de Março, a Casegas, terra natal do Venerável Padre Joaquim Alves Brás, numa visita guiada à “Casa Museu Monsenhor Alves Brás”.

No dia seguinte, domingo dia 16 fazem o mesmo percurso algumas Cooperadoras da Família da Estrela Associadas da Obra de Santa Zita, e um significativo grupo de outras pessoas. E para além do contacto directo com o espólio do Venerável Padre Brás reflectirão o tema: “A centralidade da Família na Igreja e na Sociedade”.